Funai exonera coordenadora regional de Ponta Porã

A Fundação Nacional do Índio (Funai) exonerou Arlete Pereira de Souza, bióloga e coordenadora regional do órgão em Ponta Porã. O ato está publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21).

Na véspera do primeiro turno das eleições de 2010, Arlete foi detida pela Polícia Federal quando dirigia pela MS-289 entre Amambai e Coronel Sapucaia. Os agentes encontraram no carro da bióloga vários materiais de campanha política de seu marido, o vereador douradense Dirceu Longhi (PT) que na ocasião era candidato a deputado estadual.

A coordenadora disse à polícia que iria até a aldeia Taquaperi para participar de uma reunião política com os indígenas. O material foi apreendido e em seguida Arlete foi liberada.

Assume o cargo em substituição o servidor Silvio Raimundo da Silva.

FONTE: Midiamax News / Hélder Rafael


por funaipontapora