Indígenas denunciam novo ataque a Arroyo Korá

Lideranças indígenas guarani kaiowá informaram um ataque de pistoleiros hoje, 10, ao acampamento da área retomada de Arroyo Korá, no município da Paranhos.

Segundo os indígenas, no período da manhã, pistoleiros acamparam a aproximadamente 500 metros da comunidade e, por volta das duas horas da tarde, cerca de 30 pistoleiros atacaram o acampamento a tiros e derrubaram os barracos: “Os pistoleiros começaram a destruir as barracas e a atirar nos indígenas”, disse o líder guarani kaiowá, Dionísio.

A Funai informou a Polícia Federal, a Força Nacional e o Ministério Público Federal sobre o ocorrido. A Fundação deslocou um servidor, que saiu da CTL de Tacurú para o local do conflito, mesmo sem o acompanhamento da Força Nacional. Na tarde de hoje, a presidência da Funai informou e pediu providências à Presidência da República sobre a situação de insegurança dos acampamentos de Arroyo Korá e Potrero Guassú, ambos no município de Paranhos, Mato Grosso do Sul. Através do Ministério da Justiça, a Força Nacional foi autorizada a se deslocar até o acampamento de Arroyo Korá para verificar a situação.

Anúncios
por funaipontapora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s